Brasil Viaje de Graça 
Belo Horizonte
Belo Horizonte

Beleza arquitetônica e natural se une às comidinhas para definir BH

O porte de metrópole e a imponência dos prédios não afetam o calor humano de Belo Horizonte.

CIDADE

A razão talvez seja porque, nas mesas dos mineiros, os prazeres de beber e comer são sagrados, aproximando as pessoas. Estar num bar com os amigos aqui é tão importante que são milhares de estabelecimentos espalhados por todos os lugares - motivo pelo qual a cidade ficou conhecida como a capital dos barzinhos e é o berço do festival Comida di Buteco.



Os bairros Savassi e Lourdes é que são os mais conhecidos por concentrar o maior número de botecos interessantes, mas outras qualidades reforçam o turismo em "Beagá". A beleza arquitetônica é uma delas. 

MINEIRAO

A cidade planejada serviu de ensaio para Brasília e, por isso, em seu projeto há vários exemplares de obras de Oscar Niemeyer. Na região da Lagoa da Pampulha, um circuito se forma, com a Igreja de São Francisco de Assis sendo um de seus cartões-postais mais famosos.

IGREJA 



Nas áreas centrais, as praças e museus modernos - que contam a história mineira de forma criativa e interativa-, são paradas imperdíveis.   Além disso, a natureza se faz presente com opções de caminhadas ecológicas. Basta olhar o horizonte da capital mineira para identificar para onde alguns desses passeios vão.

PAMPU

Serras verdes emolduram os limites da cidade, construída num mar de montanhas, sendo a Serra do Curral a mais próxima.


http://viagem.uol.com.br/guia/brasil/belo-horizonte/

Translate this Page

Rating: 2.7/5 (1200 votos)






Partilhe este Site...